IUC sobe 0,8% em 2017

As tabelas que levam à determinação do valor a pagar pelo “selo do carro” vai aumentar no próximo ano, mas o aumento é ligeiro.

O Imposto Único de Circulação (IUC) vai aumentar no próximo ano, mas não há grandes alterações às tabelas que servem de base para o cálculo do chamado “selo do carro”. Há uma revisão em alta ligeira nos valores dos componentes.

De acordo com a proposta preliminar de Orçamento do Estado para 2017, obtida pela SIC, verifica-se um aumento de 0,8% no valor de cada componente. Este agravamento mantém a lógica dos registados nos últimos anos, procurando seguir o aumento do custo de vida.

No dos veículos matriculados após julho de 2007, por exemplo, um automóvel com um motor até 1.250 cc pagava 28,29 euros da componente de cilindrada. E se emitisse até 120g/km de CO2 pagava 58,05%. Em 2017, pagará 28,52 euros e 58,51 euros, respetivamente. São mais 0,8% em cada.

O que não sofre alterações é o coeficiente do ano de aquisição o que, na prática, agrava os encargos dos proprietários de automóveis. Este coeficiente tem sido mantido inalterado desde 2010, sendo de 1,15 para os veículos matriculados desde então.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

IUC sobe 0,8% em 2017

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião