Preços na produção industrial abrandam queda

  • Lusa
  • 18 Outubro 2016

Os preços na produção industrial voltaram a recuar em setembro. Aprsentaram uma queda de 1,7%, um descida bem menos expressiva do que a registada em agosto.

O índice de preços na produção industrial registou em setembro uma queda homóloga de 1,7%, depois de no mês anterior ter descido 3%, divulgou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

“A evolução do índice agregado foi principalmente determinada pelo agrupamento de energia, que passou de uma variação homóloga de -7,8% em agosto para -4% em setembro. Excluindo este agrupamento, os preços na produção industrial registaram uma diminuição de 1% (variação de -1,3% em agosto)”, destaca o INE.

A variação mensal, por sua vez, foi 0,1% (-1,2% em igual mês de 2015).

No acumulado do terceiro trimestre, o índice total apresentou uma descida homóloga de 2,7%, depois de ter caído 4% no segundo trimestre.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Preços na produção industrial abrandam queda

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião