eBay Collective: das fotografias para a sua casa

  • Leonor Rodrigues
  • 25 Outubro 2016

A nova tecnologia implementada pela marca permite encontrar produtos específicos através de fotografias que reconhecem os artigos semelhantes à venda no site.

O eBay lançou um novo site de venda de produtos vintage de alta qualidade de mobiliário, arte, antiguidades e de design contemporâneo, o eBay Collective, que conta com artigos de 21 marcas selecionadas pela própria empresa.

A revolução desta nova plataforma é a introdução de tecnologia de reconhecimento visual, na categoria “Shop the Room”, para ajudar os compradores a procurarem os artigos pretendidos. Como? Através de fotografias de inspiração que selecionam os artigos semelhantes à venda no site.

ebay-collective

Esta nova funcionalidade surge na sequência da aquisição do motor de busca visual Corrigon por parte do eBay por cerca de 30 milhões de dólares (27,57 milhões de euros) e foi desenvolvida a pensar nos mais de 160 milhões de compradores ativos da multinacional de e-commerce, segundo o Business Insider, que prevê ainda que, até ao final deste ano, um quarto das vendas de mobiliário sejam realizadas online. O sucesso da plataforma depende agora da eficácia nas associações aos produtos.

“O eBay quer ajudar cada pessoa a encontrar a sua versão do perfeito. Depois do lançamento do vinho eBay na primavera deste ano, o eBay Collective é outro exemplo de como estamos empenhados em fornecer aos nossos clientes experiências de curadoria complementadas com um inventário único e maior possibilidade de escolhas“, afirmou o vice-presidente do eBay, Jill Ramsey, numa publicação no blog da marca.

Atualmente, estão disponíveis apenas duas fotografias com este recurso mas o objetivo é ter mais e que o comprador consiga procurar artigos de forma mais específica por palavras-chave, de acordo com o Fastcodesign.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

eBay Collective: das fotografias para a sua casa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião