Autoridade da Concorrência vai ter nova líder

Ao ECO, a CMVM não confirmou. No entanto, o ECO sabe que o nome de Margarida Matos Rosa já circulava nos corredores.

Já existe um nome para presidente da Autoridade da Concorrência. O Público avança que quem vai assumir o cargo é a economista Margarida Matos Rosa, a atual diretora do Departamento de Supervisão de Gestão de Investimento Coletivo da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários. Ao ECO, a CMVM não confirmou. No entanto, o ECO sabe que o nome já circulava nos corredores.

Com a saída de António Ferreira Gomes para a direção da Concorrência na OCDE, António Costa já decidiu quem vai substitui-lo pelo menos nos dois anos que deixa vazios no seu mandato. O nome escolhido, segundo avança o Público, é Margarida Matos Rosa.

No entanto, antes de poder chegar ao cargo, a indicação do Governo ainda tem de passar pela Cresap, a Comissão de Recrutamento e Seleção para a Administração Pública, que pode aprovar ou reprovar o currículo da nomeada.

O jornal escreve que o Governo entendeu que o cumprimento da lei passava por nomear uma mulher para o cargo. Caso se confirme, Margarida Matos Rosa vai ser a primeira mulher a liderar a Autoridade da Concorrência. A escolha foi de Maria Manuel Leitão Marques, ministra da Presidência e da Modernização Administrativa.

Editado por Mónica Silvares

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Autoridade da Concorrência vai ter nova líder

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião