Trump ganhou: “O melhor é comprar mantimentos para ficar em casa nos próximos quatro anos”

"Calamidade", "consequência e não a causa" ou uma oportunidade de fuga. As eleições dos EUA também se discutiram no palco principal do Web Summit, em Lisboa.

Algo aconteceu esta noite“, atira David Patrikarakos, editor do Daily Beast. David é o mediador de um dos painéis mais concorridos do palco principal, neste segundo dia de Web Summit. Juntam-se Bradley Tusk, fundador e CEO da Tusk Holdings, a atriz e empreendedora Shailene Woodley e Owen Jones, colaborador do The Guardian. O tema: US Election Fallout.

O Trump ganhou. “O melhor é comprar mantimentos para estar em casa nos próximos quatro anos“, brinca Patrikarakos. Owen Jones sublinha que a vitória do conservador não é causa, mas efeito. “Trump ganhou com uma campanha que ultrapassou todos os limites: insultou todas as minorias. Ele não é a causa mas o efeito. Mas milhões de pessoas votaram nele”, diz.

Perante a bolha provocada pelos media sociais, “as pessoas aproximam-se mas também se dividem. Agora vivemos em bolhas individuais. Como é possível unir uma nação através dos social media?”, questiona o editor do Daily Beast.

Os media dão-nos a oportunidade de receber opiniões às quais não temos acesso no nosso dia-a-dia. Há tantas coisas a acontecer no mundo e estes problemas estão todos a vir à tona. Temos de olhar para os resultados e para o fundo da América, não só a nível político”, diz Shailene Woodley.

Para Bradley Tusk, não vale a pena chorar sobre o leite derramado. “Não há uma maneira de resolver este problema: ele existe. Somos um país forte, e vamos ultrapassar isto”, esclarece. Já Owen Jones tem uma visão mais negativa do que aconteceu durante a noite. “É a maior calamidade de sempre. Defende a política do medo: a realidade é que as pessoas estão chateadas com o que se passa, com a situação”. Trump é uma ameaça massiva mas temos de ter a política da esperança na nossa motivação. A verdade é que a maioria dos americanos não se preocupa com isso. Na verdade, eles não se preocupam de todo”, detalha.

“Temos uma oportunidade de perceber que as pessoas estão a acordar deste ambiente de falsas ideias e falsos ideais. Vamos ver as pessoas a unir-se, coisa que não aconteceu durante muito tempo. Temos de encarar a diversidade, pessoas diferentes, de diferentes credos e cores”, diz Shailene Woodley, co-fundadora da Up to Us.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Trump ganhou: “O melhor é comprar mantimentos para ficar em casa nos próximos quatro anos”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião