Esforço da OPEP leva petróleo a recuperar quase 2%

A cotação da matéria-prima recupera de mínimos de oito semanas, numa altura em que decorrerá um esforço diplomático final que permita conter a produção e estabilizar os preços.

Os preços do petróleo registam ganhos de quase 2% nos dois lados do Atlântico, a recuperar de mínimos de oito semanas. A subida da cotação do “ouro negro” está a ser sustentada por notícias que apontam para um esforço diplomático final entre os membros da OPEP que permita travar o excesso de produção de petróleo e estabilizar os preços.

O barril do Brent, negociado em Londres, valoriza 1,46%, para os 45,08 dólares, enquanto o crude transacionado em Nova Iorque acelera 1,94%, para os 44,16 dólares, após três sessões a negociar no vermelho. Apesar da recuperação, as cotações mantêm-se em torno dos 45 dólares, aquém da fasquia dos 50.

Evolução do preço do brent na última semana

Fonte:; Bloomberg (Valores em dólares)
Fonte:; Bloomberg (Valores em dólares)

De acordo com fontes próximas do processo, o Qatar, a Argélia e a Venezuela estarão a liderar um esforço diplomático final que permita chegar a um acordo de limitação de produção, enquanto a Arábia Saudita, o Iraque e o Irão estão a ver como repartir os cortes de produção acordados no encontro da OPEP realizado em setembro na Argélia. Ao mesmo tempo, uma sondagem da Bloomberg aponta também para que as reservas de petróleo tenham aumentado pela terceira semana.

A cotação do petróleo foi pressionada ao longo das últimas quase quatro semanas, perante os receios em torno da capacidade de a OPEP conseguir fechar um acordo que permita travar o desequilíbrio entre procura e oferta do mercado na próxima reunião que acontece a 30 de novembro. O cartel prepara-se para limitar a produção do “ouro negro” pela primeira vez nos últimos oito anos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Esforço da OPEP leva petróleo a recuperar quase 2%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião