Sol aumenta dormidas nos hotéis. Portugueses aproveitam setembro

Julho e agosto foram os meses fortes, mas setembro também atraiu muitos turistas aos hotéis. Aumentou o número de dormidas de portugueses. Dos estrangeiros, destaque para os franceses.

Os hotéis estiveram apinhados durante os meses de julho e agosto. Mas em setembro, o bom tempo manteve elevada a procura. Os portugueses ganharam peso nas dormidas, já entre os estrangeiros houve um forte aumento dos franceses. O destino? O Algarve, mas as ilhas também tiveram mais visitas.

A hotelaria registou 2,1 milhões de hóspedes e 5,9 milhões de dormidas (mais 7,5% e 6,5%, respetivamente), movimento que se traduziu numa aceleração face a agosto”, diz o Instituto Nacional de Estatística (INE). “No entanto, estes resultados ficaram aquém dos três meses anteriores (maio a julho) bem como do período acumulado de janeiro a setembro (aumento de 9,2% e 8,7%)”, refere.

Houve um aumento de dormidas, especialmente à custa do mercado interno, ou seja, dos portugueses. Deram “origem a 1,6 milhões de dormidas, com aumento de 4,9% que veio contrariar o resultado decrescente de agosto e a superar o aumento observado em julho”, isto ao mesmo tempo que as dormidas de não residentes (4,3 milhões) desaceleraram face a agosto”.

Os estrangeiros que visitaram o país vieram maioritariamente do Reino Unido. “O Reino Unido, com um peso relativo de 26,1%, desacelerou significativamente registando um aumento de 2,4% face a crescimentos de 9,5% em agosto e 6,8% em julho”, diz o INE, notando que a “Alemanha também desacelerou”. “França apresentou um aumento expressivo das dormidas (mais 23,4%), superando largamente o do mês anterior e aproximando-se do registado em junho. O peso relativo aumentou para 10,5%” do total.

Para o Algarve… e Açores

Em setembro, já com o verão a chegar ao fim, verificou-se um aumento generalizado das dormidas nas várias regiões, nomeadamente nos Açores (mais 17,6%), Alentejo (mais 12,4%) e Centro (mais 12,1%). Os principais destinos foram o Algarve (37,7% das dormidas), Lisboa (22,3%) e Norte (12,4%), mas foram os Açores que registaram o maior aumento em termos de proveitos.

“Os proveitos totais atingiram 347,2 milhões de euros (um aumento de 16,5%) e os de aposento 253,2 milhões de euros (mais 16,2%), resultando numa aceleração face ao mês anterior (12,9% e 14,3%, respetivamente)”, refere o INE, notando que as “regiões com maior aumento em ambos os indicadores foram os Açores (aumento de 36,4% de proveitos totais e 31,1% nos de aposento) e Algarve (20,7% e 21,7%). As restantes regiões também apresentaram crescimentos significativos, um pouco menos em Lisboa.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Sol aumenta dormidas nos hotéis. Portugueses aproveitam setembro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião