Um sótão por nove milhões? Sim, em Espanha

Imóvel situado em Madrid é o mais caro a ser vendido após a crise financeira, num período em que o mercado imobiliário dá sinais de retoma.

Está situado numa das mais exclusivas ruas de Madrid e já é o andar mais caro a ser vendido em Espanha nesta década. Um comprador espanhol desconhecido dispôs-se a desembolsar nove milhões de euros para adquirir um sótão com mais de 600 metros quadrados, localizado na Milla de Oro, no coração do bairro de Salamanca, no topo de um prédio que foi alvo de uma reabilitação orientada para o mercado de luxo, noticia hoje o espanhol El confidencial.

Desde a crise financeira que um andar não era vendido por um preço tão elevado, em Espanha. A cifra avalia o preço do metro quadrado, em 15 mil euros.

O edifício onde este imóvel está situado é propriedade do fundo britânico Rockspring que o reabilitou, tentando tirar partido da recuperação do setor imobiliário espanhol. Nos últimos meses, os preços das casas na capital espanhola têm beneficiado de uma recuperação, que está a ser suportada pela pressão da procura, nomeadamente de compradores estrangeiros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Um sótão por nove milhões? Sim, em Espanha

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião