Greve na refinaria de Sines com adesão de 80%

  • Lusa
  • 17 Novembro 2016

O sindicato referiu à Lusa que os primeiros dias da manifestação contaram com uma adesão de 80% dos trabalhadores.

O primeiro de dois dias de greve dos trabalhadores da manutenção da Refinaria da Petrogal, em Sines, para exigir aumentos salariais mínimos de 50 euros, contou com uma adesão de 80%, disse à Lusa fonte sindical.

Os trabalhadores das empresas que fazem a manutenção da refinaria da Petrogal em Sines reivindicam um aumento de 4%, com uma atualização salarial mínima de 50 euros, e a integração de cerca de 160 precários.

Segundo Pedro Carvalho, delegado do SITESUL – Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Atividades do Ambiente do Sul, alguns destes trabalhadores precários trabalham diariamente na manutenção da refinaria há mais de 20 ou 30 anos, através de empresas de trabalho temporário.

A manutenção da refinaria é assegurada por um consórcio de empresas liderado pela EFATM, que os trabalhadores dizem pertencer ao grupo Melo.

A agência Lusa tentou ouvir os responsáveis da empresa sobre a paralisação de dois dias que teve início hoje de manhã, mas não foi possível em tempo oportuno.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Greve na refinaria de Sines com adesão de 80%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião