Já não há dúvidas. Fed sobe juros em dezembro

Pela primeira vez, o mercado atribui probabilidade de 100% a uma subida de juros nos EUA na próxima reunião da Fed em dezembro.

Não havia muitas dúvidas, mas agora há a certeza. Pela primeira vez, o mercado atribui uma probabilidade de 100% a um movimento de subida de juros nos EUA na próxima reunião da Fed, em dezembro, segundo cálculos da Bloomberg, com base na evolução dos futuros no mercado de obrigações.

Uma aposta que resulta da expectativa de que a inversão de políticas por parte da futura administração de Trump irá conduzir a um ritmo mais acelerado de subida de juros. Um leilão de Treasuries a dois anos levado a cabo a nesta segunda-feira sinalizou a yield mais elevada desde 2009. Um indicador do mercado de obrigações que sinaliza a expectativa sobre a inflação também atingiu o nível mais elevado desde outubro de 2014.

Durante a campanha, Donald trump prometeu um “massivo” corte de impostos e gastos equivalentes a um bilião de euros (um bilião de dólares) a serem aplicados ao longo de uma década na reconstrução das infraestruturas do país.

“Depois do choque de Trump, é fácil à Fed subir juros, porque as expectativas de inflação aumentaram e o Dow Jones também subiu”, afirmou Hideaki Kuriki, investidor de dívida da gestora de ativos Sumitomo Mitsui Trust, em Tóquio.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Já não há dúvidas. Fed sobe juros em dezembro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião