Invasão de hackers faz ATMs cuspirem notas em Espanha

Piratas informáticos terão conseguido invadir caixas ATM, comandando-as para expulsarem dinheiro de forma descontrolada. A burla já foi registada em vários países europeus, incluindo Espanha.

Uma falha de segurança em caixas ATM está a permitir que piratas informáticos consigam pôr as máquinas a expulsarem dinheiro de forma descontrolada. Segundo avança a espanhola Cadena Ser, o problema tem sido registado em diversos países, na grande maioria europeus — Espanha incluída.

De acordo com informações da empresa de segurança Group IB, citadas pela publicação espanhola, os hackers terão conseguido invadir parte da rede interna dos ATMs, enviando um comando para que as caixas extraiam as notas. A vantagem para os burlões é a de que esse comando pode ser enviado a qualquer hora e para vários equipamentos em simultâneo, permitindo, de acordo com a publicação espanhola, organizar um plano para recolher o dinheiro roubado.

Suspeita-se de que, para comprometer as redes em causa, os burlões terão usado ficheiros informáticos infetados, enviados por e-mail para responsáveis dos grupos bancários. Terão sido esses ficheiros executáveis a verdadeira porta de entrada para as redes, de acordo com a Cadena Ser. Além disso, o facto de estarem remotamente ligados aos servidores ter-lhes-á permitido apagar os registos dos roubos.

Para além de Espanha, houve registo de ataques deste género na Arménia, Bulgária, Holanda, Polónia, Reino Unido e mesmo na Rússia. Desconhece-se a real dimensão desta ameaça e a quantidade de dinheiro que já foi roubada pelos piratas. Também não há lista oficial das instituições bancárias afetadas pelo problema.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Invasão de hackers faz ATMs cuspirem notas em Espanha

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião