Caixa vai ter novo presidente esta semana

“Decidiu demitir-se, está demitida.” É assim que António Costa reagiu ao anúncio da saída da administração da Caixa Geral de Depósitos.

Depois de António Domingues, esta manhã foi a vez de mais seis vogais do conselho de administração do banco público apresentarem a demissão. São eles Emídio Pinheiro, Henrique Menezes, Paulo Rodrigues da Silva, Pedro Norton de Matos, Angel Guraya e Herbert Walter.

E agora, quem vai substituir António Domingues? O primeiro-ministro foi esta manhã confrontado com esta pergunta e garantiu que “esta semana apresentaremos o nome de que vai liderar a Caixa”.

António Costa diz que “não vai especular sobre nomes”, e que “a pior coisa é saturar nomes na opinião pública”. Qualquer que seja a escolha, o processo terá sempre de passar pela aprovação do Governo e do Mecanismo Único de Supervisão, garantiu o governante.

Paulo Macedo, Carlos Tavares e Nuno Amado são alguns dos nomes que têm sido apontados como podendo estar na calha para substituir a António Domingues.

Costa diz que a saída da administração da Caixa não teve a ver com a falta de confiança política: “Se não houvesse confiança política o acionista teria procedido a demissão”, justificou dizendo que tem de “respeitar a decisão de cada um”. “Decidiu demitir-se, está demitida”, é o comentário do primeiro-ministro ao anúncio da saída da administração da CGD.

Sobre o futuro, António Costa diz que o “o importante na CGD já está feito. É ter tido a aprovação de Bruxelas para a recapitalização” e isso, “é independente de quem está na administração”.

O Estado anunciou que vai injetar 2,7 mil milhões de euros no banco do Estado, sendo que Mário Centeno já comunicou que esta operação só vai acontecer no próximo ano. Além disso, a Caixa vai beneficiar de uma transferência de ativos da Parcaixa e da transformação dos Cocos (capital contingente emprestado pelo Estado) em capital.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Caixa vai ter novo presidente esta semana

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião