EUA: PIB acelera ao ritmo de 2014, mesmo com eleições

A economia norte-americana acelerou no terceiro trimestre de 2016 como não acontecia desde 2014. Mesmo com as eleições presidenciais, o PIB não sofreu com a incerteza.

O terceiro trimestre deste ano, mesmo com eleições em novembro, foi o melhor desde o mesmo período de 2014. O crescimento da economia foi revisto em alta, esta terça-feira, pelo Departamento do Comércio norte-americano: o PIB avançou 3,2% de julho a setembro, em comparação homóloga.

A incerteza criada pelas eleições presidenciais norte-americanas não abalou o PIB do país. Pelo contrário: a economia acelerou no terceiro trimestre graças ao consumo doméstico que foi maior ao esperado.

Crescimento do PIB nos EUA

Fonte: Departamento do Comércio dos EUA (Valores em percentagem)
Fonte: Departamento do Comércio dos EUA (Valores em percentagem)

Além do consumo, o Produto Interno Bruto norte-americano foi ainda influenciado de forma positiva pelas exportações, o investimento privado e público. Por outro lado, as importações — que são uma subtração no cálculo do PIB dos EUA — aumentaram e, por isso, prejudicaram a evolução da economia doméstica.

Este é o ritmo mais forte de crescimento económico nos Estados Unidos da América desde o terceiro trimestre de 2014, ano em que o PIB chegou a avançar 5%. A primeira estimativa relativa ao terceiro trimestre de 2016 indicava 2,9%. No segundo trimestre a economia norte-americana cresceu 1,4% e 0,8% no primeiro trimestre.

Editado por Mariana de Araújo Barbosa (mariana.barbosa@eco.pt)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

EUA: PIB acelera ao ritmo de 2014, mesmo com eleições

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião