Portugal é “o novo país cool”… por causa da política e do desporto

  • ECO
  • 9 Dezembro 2016

Os espanhóis do El Confidencial declaram: Portugal está na moda. Mas não destacam praias nem restaurantes com estrelas Michelin, mas sim "a ciência, o desporto, a inovação, a capacidade de diálogo".

“A crescente projeção de um povo ignorado”: é assim que o jornal espanhol El Confidencial prefacia o seu artigo no qual descreve as várias razões pelas quais Portugal é “o novo país cool da Europa”.

O que surpreende no artigo, que não é mais uma peça sobre as praias, hotéis e restaurantes portugueses, são os temas que usa para justificar o facto de Portugal “estar na moda”: apoiam-se na surpreendente estabilidade do acordo parlamentar da esquerda, na redução do desemprego, no sucesso no Euro 2016 e na vitória de Guterres na corrida a secretário-geral da ONU, entre outros temas que pouco ou nada têm a ver diretamente com a atração turística.

Sobre a Geringonça, “todos os peritos consultados pelo El Confidencial concordam que esta capacidade de diálogo e de encontro sustenta as bases do atual rumo de Portugal”, lê-se no artigo, que também deixa espaço para destacar a escolha de António Guterres como “mais uma plataforma para promover #Portugal”.

E além do lado político, sobra o desporto — com o primeiro título continental de futebol para Portugal, o Euro 2016 — e espaço para falar de personalidades nacionais, que vão de António Damásio a Joana Vasconcelos passando por Daniela Ruah, e ainda dos “seis portugueses que aparecem na lista dos cientistas mais citados do mundo”.

Com tudo isto, sublinha o El Confidencial, Portugal impressiona também no turismo — em 2015 bateram-se os recordes de visitantes estrangeiros, e só em setembro o turismo valeu 350 milhões de euros para a economia portuguesa, segundo o INE.

Comentários ({{ total }})

Portugal é “o novo país cool”… por causa da política e do desporto

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião