Autárquicas: PSD e CDS assinam acordo, mas Lisboa em aberto

  • Tiago Varzim
  • 12 Dezembro 2016

Pedro Passos Coelho e Assunção Cristas vão alinhar os dois partidos que lideram nas eleições autárquicas do próximo ano. Contudo, ainda não se sabe se o PSD vai apoiar a candidatura do CDS a Lisboa.

Vai ser assinado um acordo entre os dois partidos que estiveram em coligação no Governo anterior. Mas este é um acordo de princípio e, portanto, geral, sem fazer compromissos, por exemplo, para Lisboa, mesmo com Santana Lopes fora da corrida. A notícia avançada pelo Público conta que o acordo vai ser assinado esta terça-feira, em Lisboa, mas não deverá haver referências a casos concretos.

Se não há acordos específicos para as autarquias, o que há neste protocolo de âmbito geral? Os coordenadores autárquicos do PSD (Carlos Carreiras) e do CDS (Domingos Doutel) vão assinar um enquadramento geral que define a repartição de votos e de financiamento. Assunção Cristas e Pedro Passos Coelho vão estar presentes amanhã, num hotel, na assinatura do protocolo.

O conteúdo aprovado pelos dois partidos de direita estabelecerá o financiamento das campanhas, que é suportado através dos meios das coligações. Além disso, haverá a escolha dos mandatários financeiros, nomeados pelo cabeça de lista ao município. Prevê-se também que na apresentação do cabeça de lista deva estar sempre um dirigente do outro partido.

Editado por Pedro Sousa Carvalho

Comentários ({{ total }})

Autárquicas: PSD e CDS assinam acordo, mas Lisboa em aberto

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião