720 dólares para deixar de apertar os atacadores

  • Juliana Nogueira Santos
  • 19 Dezembro 2016

Os Hyperadapt 1.0 da Nike são os primeiros ténis que se apertam sozinhos, ajustando-se automaticamente à anatomia do pé.

A inovação no mercado dos sapatos tem-se focado na utilização de novos materiais, na sustentabilidade destes e na personalização. A Nike conseguiu dar o passo em frente e introduzir um tecnologia exclusiva naqueles que podem ser considerados os ténis do futuro, os Hyperadapt 1.0.

Nike Hyperadapt 1.0
“Epah!” foi a reação de Cristiano Ronaldo aos novos ténis futurísticos da Nike.Nike

Como o próprio nome indica, o foco principal destes é a sua capacidade extrema de adaptação à anatomia de quem os usa, utilizando para isto uma série de sensores e um pequeno motor. Assim que se põe o pé no ténis, os sensores na sola apertam automaticamente os atacadores. Depois, através de dois botões situados na parte lateral, o utilizador pode ajustar a força.

Além disto, os ténis têm LEDs incorporados nas laterais e atrás, mas que não servem o simples propósito de ter calçado iluminado — um estilo muito utilizado atualmente –, atuando também quando precisam de serem carregados. A bateria tem uma autonomia de duas semanas, com o tempo máximo de carregamento de três horas.

Para os atletas e não só

O público-alvo deste produto é, sem dúvida, os atletas de alta performance, que passam a conseguir adaptar mais facilmente um dos seus instrumentos de trabalho. Ajuda-os também a prevenirem-se daquele atacador mais atrevido que se desata e pode por em causa um treino ou uma prova. Ainda assim, estes podem ser bastante úteis para pessoas com dificuldades em atar os atacadores devido a incapacidades físicas.

Está previsto que nos próximos modelos o ajustamento manual desapareça e os atacadores passem a adaptar-se sozinhos conforme os movimentos do utilizador.

Estudos de design e primeiros protótipos dos ténis
Estudos de design e primeiros protótipos dos ténisKicksaholic

O futuro nos pés de todos?

O futuro pode não estar ao alcance de todos, quer seja pelo preço ou pela disponibilidade — ou falta dela: os ténis estão à venda desde 1 de dezembro por 720 dólares — cerca de 690 euros — em lojas selecionadas, sendo que estas são apenas duas, ambas em Nova Iorque.

Os preços podem vir a baixar com a expansão da oferta e a adaptação desta tecnologia por outras marcas, mas por enquanto vai ter de continuar a atar os seus atacadores à mão.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

720 dólares para deixar de apertar os atacadores

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião