Transportes públicos sobem 1,5% em 2017

  • ECO
  • 20 Dezembro 2016

O aumento segue a inflação esperada para o próximo ano, sendo que o Governo diz que com as medidas que entram em vigor as famílias vão acabar por pagar menos pelos transportes.

Os transportes públicos vão aumentar no próximo ano. Vai haver uma atualização tarifária de 1,5%, igual à taxa de inflação esperada, isto depois de dois anos em que os valores não sofreram qualquer alteração.

O aumento dos preços foi revelado ao Jornal de Negócios (acesso pago) pelo secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, José Mendes, que explica a atualização com “um acompanhar do aumento dos custos de produção”.

O responsável assegura, contudo, que “as famílias portuguesas vão pagar menos pelos transportes no próximo ano“. Há um conjunto de medidas que estarão em vigor em 2017 que “esmagam” esse aumento, diz.

O jornal lembra que as famílias vão poder deduzir à coleta do IRS um montante equivalente a 100% do IVA suportado na aquisição de passes mensais, que é de 6%. Com esta possibilidade, José Mendes explica que uma família de três elementos que tenham o passe navegante, que custa 35 euros por mês, pode ter uma dedução à coleta anual de 75 euros.

Por outro lado, a partir do ano letivo 2017/2018, os estudantes universitários até aos 23 anos vão poder aceder a um desconto sobre o valor do passe mensal de 25% sem condição de recurso.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Transportes públicos sobem 1,5% em 2017

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião