BCE exige aumento de capital de 8,8 mil milhões no Monte dei Paschi

  • ECO
  • 26 Dezembro 2016

O BCE já decidiu: o banco italiano Monte Dei Paschi precisa de 8,8 mil milhões de euros e não dos 5,5 mil milhões até agora identificados. A pressão aumenta sobre a banca italiana.

O mais antigo banco do mundo, o italiano Monte Dei Paschi, falhou uma operação de recapitalização de 5,5 mil milhões de euros e, agora, o BCE já exige um reforço de capital de 8,8 mil milhões para salvar o banco da liquidação. A carta do BCE, revelada pelo jornal económico italiano Il Sole 24 Ore, exige uma resposta imediata da gestão do Monte Dei Paschi.

A perspetiva de insucesso do banco italiano para garantir cerca de 5,5 mil milhões de euros de capital levou o governo, em situação de emergência, a criar uma linha de recapitalização de 20 mil milhões de euros que poderá ser agora usada. Mas as novas exigências do BCE mostram como ainda há ‘esqueletos no armário’ do Monte Dei Paschi e antecipa também problemas de crédito mal parado em outros bancos italianos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

BCE exige aumento de capital de 8,8 mil milhões no Monte dei Paschi

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião