Câmara do Porto aposta na formação para o empreendedorismo

  • Ana Luísa Alves
  • 10 Janeiro 2017

Um dos objetivos é "afirmar o Porto como cidade de referência no empreendedorismo jovem", através de um conjunto de atividades e iniciativas focadas no empreendedorismo.

O empreendedorismo vai ser uma das apostas no Porto este ano. A Fundação da Juventude e a Câmara Municipal do Porto vão apostar na formação para o jovens empreendedores, através do programa Empreende Jovem.

A Empreende Jovem é uma estratégia de formação e educação para o empreendedorismo, à qual se juntam a Fundação da Juventude, criada em 1989, e a Câmara Municipal do Porto para promover a cultura empreendedora dos jovens.

2

 

Segundo adianta o comunicado da Fundação, o objetivo é “afirmar o Porto como cidade de referência no empreendedorismo jovem”. Assim, a iniciativa é destinada aos que pretendem melhorar as competências empreendedoras ou dinamizar um ideia de negócio na cidade do Porto.

A estratégia da Empreende Jovem assenta num conjunto de atividades e iniciativas focadas na promoção de uma maior cultura para o empreendedorismo, e podem ser acompanhadas em www.empreendejovem.pt:

Segundo Ricardo Carvalho, presidente executivo da Fundação da Juventude, “a implementação deste programa de promoção do emprego e empreendedorismo jovem tem como objetivo prosseguir a missão da Fundação, que se consubstancia na formação e inserção de jovens na vida adulta e profissional”.

Para o presidente, esta inserção pode ser feita através do “fomento e difusão de projetos e atividades formativas complementares na área da educação não formal do empreendedorismo jovem, da empregabilidade juvenil e do desenvolvimento de competências dos jovens”.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Câmara do Porto aposta na formação para o empreendedorismo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião