Bons resultados na banca dão boleia a Wall Street

  • Rita Atalaia
  • 13 Janeiro 2017

A banca está a estrear a época de resultados nos EUA. E da melhor maneira. Este otimismo está a contagiar as bolsas norte-americanas, que abriram no verde a última sessão da semana.

A banca arrancou a época de resultados nos EUA. E da melhor forma. Este otimismo está a contagiar os principais índices acionistas norte-americanos, que abriram no verde. Tanto o JPMorgan Chase, como o Bank of America apresentaram resultados fortes para o quarto trimestre. Já o Wells Fargo anunciou que os lucros caíram, mas isso não impede que os títulos estejam em alta de 2%.

O Dow Jones, que tem estado próximo do patamar dos 20 mil pontos, está hoje nos 19.936,33 pontos, uma subida de 0,23%. Já o S&P 500 ganha 0,27% para 2.276,56 pontos e o tecnológico Nasdaq avança 0,39% para 5.569,14 pontos. E este otimismo está a ser transmitido pelo setor bancário.

Três dos principais bancos dos EUA estrearam a época de resultados referente ao quarto trimestre. Os títulos do JPMorgan Chase estão a subir 1,97% para 87,94 dólares. Isto depois de o maior banco dos EUA em termos de ativos ter registados resultados mais fortes do que era previsto pelos analistas. Para o total do ano, a instituição bancária conseguiu registar um lucro de 24,7 mil milhões de dólares, um máximo histórico.

Por outro lado, as ações do Bank of America também estão em alta de 1,94%. Embora as receitas tenham ficado abaixo das expectativas do mercado, o banco norte-americano registou o maior lucro anual numa década. Já o Wells Fargo vacilou e revelou uma queda dos lucros. No entanto, esta leitura não desanimou os investidores, que estão a levar as ações a subir mais de 2%.

Os bancos norte-americanos estão a subir desde que Donald Trump venceu as eleições presidenciais dos EUA. E tudo porque o mercado prevê uma subida das taxas de juro e um alívio da regulação — o que beneficia o setor.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Bons resultados na banca dão boleia a Wall Street

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião