BCP afunda com inundação de novas ações

Foi sobretudo por causa do tombo do BCP que a bolsa portuguesa encerrou a sessão desta terça-feira em terreno negativo. Vêm aí mais 14 mil milhões de novos títulos do banco.

As ações do BCP afundaram mais de 9% quando o banco se prepara para lançar na bolsa mais 14 mil milhões de novas ações na sequência do aumento de capital de 1.300 milhões de euros, que foi totalmente subscrito com forte participação dos acionistas de referência. Os analistas justificam a queda com um movimento de correção após as valorizações nos últimos dias. Quinta-feira termina oficialmente o reforço de capital do maior banco privado português com a entrada em negociação dos novos títulos do BCP.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

BCP afunda com inundação de novas ações

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião