Há cinco mil milhões para a regeneração urbana nos próximos anos

  • Margarida Peixoto
  • 20 Fevereiro 2017

O Governo prometeu cinco mil milhões, nos próximos cinco a seis anos, para reabilitar e regenerar cidades em Portugal. Este é o valor agregado dos vários programas projetados pelo Executivo.

Nos próximos cinco a seis anos, os vários programas de financiamento para regeneração e reabilitação urbana vão chegar aos cinco mil milhões de euros. A promessa foi feita pelo secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, José Mendes, no final da semana passada.

“Esses programas de financiamento podem ascender a cerca de cinco mil milhões de euros, numa perspetiva de cinco a seis anos, e vão permitir um exercício de reabilitação muito importante que tem associada a regeneração dos centros das nossas cidades e vilas e esta é claramente uma prioridade do Governo”, prometeu José Mendes, em Vila Real, à margem de um seminário sobre a matéria, citado pela Lusa. O governante adiantou ainda que “há cerca de um milhão de edifícios em Portugal que, de uma forma ou de outra, precisam de alguma intervenção de reabilitação“.

"Há cerca de um milhão de edifícios em Portugal que, de uma forma ou de outra, precisam de alguma intervenção de reabilitação.”

José Mendes

Secretário de Estado Adjunto e do Ambiente

Grande parte do financiamento considerado é comunitário. Parte destes programas já estão no terreno, mas outros ainda estão por lançar.

Na sexta-feira passada o Executivo lançou o programa de reabilitação para bairros sociais, cofinanciado pelo Portugal 2020. Este programa permitirá melhorar 8.500 casas, beneficiando 25 mil pessoas e representando um investimento na ordem dos 115 milhões de euros, explicou o Governo. Em causa estão sobretudo melhoramentos de eficiência energética, como por exemplo isolamento térmico em paredes, pavimentos, coberturas, estores ou substituição de vidros simples por duplos.

Este programa é coordenado com as autarquias; contudo, é autónomo em relação ao Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU) e ao Plano de Ação para a Regeneração Urbana (PARU). Através destes dois últimos planos estão já contratualizados com os municípios apoios comunitários que atingem os 964 milhões de euros. Aqui estão em causa intervenções nas áreas da mobilidade urbana, mas também de reabilitação de edifícios, espaços públicos e intervenções em comunidades desfavorecidas.

Comentários ({{ total }})

Há cinco mil milhões para a regeneração urbana nos próximos anos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião