Barack e Michelle Obama vendem livros de memórias por 65 milhões

  • Lusa
  • 1 Março 2017

A Penguin Random House ficou com os direitos dos livros do casal Obama. Este é um recorde na aquisição de direitos de livros de memórias de presidentes norte-americanos.

Os direitos de publicação dos livros de memórias do antigo Presidente dos Estados Unidos Barack Obama e da sua mulher, Michelle, foram vendidos por 65 milhões de dólares (mais de 61 milhões de euros), revelou, esta quarta-feira, o Financial Times (acesso pago).

De acordo com a publicação, o leilão para adquirir os direitos foi ganho pela Penguin Random House, que se limitou a confirmar, em comunicado, que adquiriu os direitos mundiais para a publicação dos dois livros, sem especificar o valor.

Obama e Michelle estão a escrever separadamente os livros, mas venderam os direitos em conjunto.

Segundo o Financial Times, este é um recorde na aquisição de direitos relativos à publicação de memórias de presidentes dos Estados Unidos. George W. Bush vendeu os direitos de publicação das suas memórias por 10 milhões de dólares (9,4 milhões de euros), enquanto Bill Clinton somou 15 milhões de dólares (14,2 milhões de euros).

Antes de ocupar a Casa Branca, Barack Obama já tinha publicado dois livros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Barack e Michelle Obama vendem livros de memórias por 65 milhões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião