Catarina Martins:” Entregar o Novo Banco à Lone Star é uma autêntica irresponsabilidade”

Catarina Martins, líder do Bloco de Esquerda está em desacordo com o Governo sobre o processo de venda do Novo Banco. Sobre o Banco de Portugal volta a apontar baterias a Carlos Costa.

A líder do Bloco de Esquerda critica a eventual venda do Novo Banco ao fundo norte-americano Lone Star. Em entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, publicada este domingo, Catarina Martins considera que a entrega do Novo Banco “a um fundo-abutre norte-americano é uma autêntica irresponsabilidade, não só do ponto de vista do Fundo de Resolução, mas também do ponto de vista de longo prazo”.

Para a líder do BE “quando a Lone Star ficar com o Novo Banco e os contribuintes com o prejuízo, a Lone Star, além de ter dado o calote aos contribuintes, porque nunca vai pagar o dinheiro que está no Fundo de Resolução, vai ficar na sua mão com o poder de destruir ou não postos de trabalho, capacidade produtiva de empresas, deitar famílias para fora das suas casas de habitação porque não conseguiram pagar os seus créditos por causa de situações de desemprego, etc.”

"O Estado corre o risco de ficar com o buraco do Fundo de Resolução, mais o problema económico da capacidade produtiva destruída, mais o problema social do desemprego ou das pessoas que foram despejadas das suas habitações. Os bancos e os ativos dos bancos são, em boa medida, muito concretos e os custos da sua má gestão são custos económicos e sociais.”

Catarina Martins

Líder do Bloco de Esquerda

Nesse sentido, ” o Estado corre o risco de ficar com o buraco do Fundo de Resolução, mais o problema económico da capacidade produtiva destruída, mais o problema social do desemprego ou das pessoas que foram despejadas das suas habitações. Os bancos e os ativos dos bancos são, em boa medida, muito concretos e os custos da sua má gestão são custos económicos e sociais”.

Para Catarina Martins o que os fundos abutre fazem é “vender ativos muito rapidamente para o máximo de dinheiro possível no menor espaço de tempo”.

Carlos Costa não tem condições para continuar no BdP

Ainda na mesma entrevista, Catarina Martins volta a reiterar que o Governador do Banco de Portugal não tem condições para se manter no cargo. Para a líder bloquista o “Governo deve iniciar um processo com base em falha grave” para substituir Carlos Costa.

"O Governo deve iniciar um processo com base em falha grave”

Catarina Martins

Líder do Bloco de Esquerda

Catarina Martins diz que existem muitas falhas graves a apontar ao Governador. “Temos muitas falhas graves. O Banco de Portugal soube, pelos seus serviços dos problemas no BES; soube, pelo BPI, dos problemas e da falência do BES; soube, pelas entidades do Dubai, dos problemas do BES. E isto, sendo documentos que não apareceram na comissão de inquérito, significa também que o governador do Banco de Portugal não disse a verdade a uma comissão de inquérito parlamentar“.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Catarina Martins:” Entregar o Novo Banco à Lone Star é uma autêntica irresponsabilidade”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião