BCE pode subir juros antes de acabar estímulos. Euro dispara.

  • Juliana Nogueira Santos
  • 10 Março 2017

Draghi poderá subir a taxa de juro de referência antes de acabar com o programa de estímulos à economia europeia. O euro já reagiu, atingido máximos de cerca de um mês.

A era dos juros negativos na Europa pode estar a acabar. O Banco Central Europeu (BCE) estará a considerar subir a taxa de juro ainda antes de acabar com o programa de estímulos à economia, segundo afirmou uma fonte próxima do assunto à Bloomberg.

Esta hipótese terá sido ponderada na reunião desta quinta-feira, onde os membros do Conselho de Governadores discutiram maneiras de acabar com os estímulos económicos inconvencionais, mas não foi apresentada a público qualquer estratégia em específico. Nas declarações que deu aos jornalistas, Mario Draghi afirmou que “não houve discussão sobre o quantitative easing“.

Desde a crise financeira de 2008, o BCE tem mantido a taxa de juro de referência em valores negativos — está em -0,4% desde março de 2016 — e seguido um plano de compra de dívida soberana, apelidado de quantitative easing.

Alguns indicadores de mercado apontavam para que os juros só fossem subir em 2018, enquanto o BNP Paribas previu que estes sofressem uma modificação ainda em setembro deste ano.

A notícia do fim dos juros negativos e da continuidade do programa de estímulos fez com que o euro valorizasse em relação ao dólar, tendo disparado 0,93% para 1,0671 dólares. Este valor estabelece-se como máximo de cerca de um mês.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

BCE pode subir juros antes de acabar estímulos. Euro dispara.

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião