Há um novo CX-5. Está mais refinado

O CX-5 tem sido um sucesso de vendas. E a Mazda quer que continue a sê-lo com esta nova geração que mantém a mesma imagem, mas mais refinada.

O CX-5 foi um sucesso logo desde o momento do seu lançamento. Conseguiu o estatuto de modelo mais vendido da Mazda no mercado europeu, pelo que na altura de avançar para uma nova geração a fabricante nipónica manteve a imagem, mas refinou um pouco o conceito. O resultado é um SUV mais atraente, especialmente no Vermelho Soul Crystal.

Esteticamente, o CX-5, apresentado ao mercado em Genebra, na Suíça, apresenta uma linha de tejadilho mais baixa que confere ao novo SUV compacto um look mais desportivo. As óticas são mais esguias, ladeando uma grelha mais imponente num automóvel todo ele mais encorpado.

Se por fora há novidades, que ganham maior expressão com o tom Vermelho Soul Crystal, uma nova cor premium, no interior foi tudo redesenhado, mas mantendo-se um ambiente minimalista… mas com muita tecnologia. A Mazda destaca o mais atual e intuitivo habitáculo heads-up cockpit: inclui um para-brisas que permite projeções do head-up display.

A condução em estrada também foi melhorada “graças à adoção de bancos anti-fadiga, ao avançado isolamento da cabina, melhorias na suspensão e mecânica e pela inclusão do sistema G-Vectoring Control (GVC), que suaviza a maneabilidade ao mesmo tempo que aumenta a segurança a bordo“, nota a marca. E motores? Dois a gasolina (2.0 e 2.5) e o diesel de baixas emissões SKYACTIV-D 2.2.

Mais argumentos na gama

Este novo CX-5 já tem data de chegada ao mercado nacional. A marca aponta para junho como o mês em que poderão começar a rolar nas estradas nacionais o SUV compacto nipónico, a mesma altura em que serão apresentadas as gerações de 2017 tanto do CX-3 como o Mazda 2. Novas gerações que praticamente inalteradas, mas trazem novos argumentos.

As gerações 2017 do Mazda CX-3 e Mazda 2 passam a contar com o sistema GVC de série, mas também passam a ter o i-ACTIVSENSE, “agora e entre outras soluções, aproveitando os benefícios da nova tecnologia empregue nas câmaras”. Mas a Mazda também fez progressos em termos de conforto e requinte interior aprimorando numerosos elementos, dos ecrãs ao volante e aos acabamentos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Há um novo CX-5. Está mais refinado

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião