Wall Street acelera com subida de juros da Fed

Janet Yellen prometeu. E cumpriu, subindo a taxa de juro de referência. O mercado já antecipava esta subida, mas não deixou de aplaudir a decisão. Os índices ganharam quase 1%.

A Fed apenas tornou oficial aquilo que o mercado já esperava há muito. Janet Yellen, a presidente da Fed, subiu a taxa de juro de referência em 25 pontos base, elevando-a para um intervalo entre 0,75% e 1%, o que mereceu um aplauso dos investidores. As bolsas norte-americanas fecharam com ganhos acentuados.

O S&P 500 avançou 0,83%, já o Dow Jones apresentou uma valorização de 0,54% para 20.950,1 pontos. Até o tecnológico Nasdaq acentuou a tendência positiva que já registava antes do anúncio da decisão da Fed, terminando a sessão com uma valorização de 0,74% para os 5.900,05 pontos.

“Tendo em conta as condições do mercado de trabalho e inflação verificadas e esperadas, a comissão decidiu aumentar a meta para o intervalo da taxa das federal funds”, revelou a Fed, apontando para a subida da taxa diretora em 25 pontos base. Mas fez mais: apontou no sentido de duas novas subidas este ano.

Esta subida de juros, associada à perspetiva de novos aumento reflete a perspetiva da Fed de que a economia norte-americana está a crescer, sendo necessário aumentar o preço do dinheiro para começar a travar a subida dos preços. Um sinal positivo que leva os investidores a anteciparem um aumento dos resultados das empresas, levando-os a reforçar a aposta nas suas ações.

Enquanto as ações subiram, no mercado de dívida registou-se um movimento inverso, com as obrigações do Tesouro, as Treasuries a recuarem, levando à subida dos juros dos EUA. Ao mesmo tempo, o dólar perdeu valor face às principais moedas mundiais já que Yellen não sinalizou vontade de um aumento mais rápido dos juros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Wall Street acelera com subida de juros da Fed

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião