Galp e EDP arrastam bolsa de Lisboa para o vermelho

A bolsa nacional abriu em queda ligeira, com a perda das ações das energéticas a ditarem o rumo. Lisboa acompanha o sentimento das pares europeias.

Após uma pausa de descanso que durou uma sessão, a bolsa nacional retomou as quedas que vinha a protagonizar há cinco sessões. O PSI-20 segue no vermelho, com o rumo a ser ditado pelo deslize dos títulos da Galp Energia e da EDP. Na Europa, a sessão também é marcada por perdas. Os mercados acionistas do Velho Continente corrigem assim face aos ganhos registados na sessão desta quarta-feira, dia em que os investidores apreciaram o resultado eleitoral na Holanda.

O índice bolsita nacional segue a perder 0,39%, para os 4.586,82 pontos, com a maioria dos seus títulos no vermelho. Na Europa, o índice Stoxx europe 600 recua 0,32%, para os 376,52 pontos. Por cá, compete à Galp Energia e à EDP grande parte da responsabilidade por essa evolução. As ações da petrolífera recuam 0,98%, para os 13,63 euros, num dia que está a ser marcado pela queda das cotações do petróleo nos mercados internacionais. Por sua vez, a EDP vê as suas ações recuarem 0,56%, para os 2,83 euros.

Em queda, de salientar também o deslize de 0,15%, para os 6,1 euros, das ações da EDP Renováveis, mas também da outra empresa ligada à energia a REN, cujos títulos perdem 0,38%, para os 2,63 euros. O deslize de outro peso pesado da bolsa nacional — a Jerónimo Martins — também contribui para o rumo negativo da bolsa nacional.

As ações da retalhista deslizam 0,42%, para os 15,47 euros, em contraciclo com a par Sonae que vê as suas ações apreciarem-se 0,35%, para os 86 cêntimos, após o avanço de 2,5% da sessão anterior. A empresa co-liderada por Paulo Azevedo e Ângelo Paupério continua assim a beneficiar dos resultados positivos divulgados no início desta quinta-feira. Nota positiva também para as ações da Nos que valorizam 0,29%, para os 4,88 euros.

 

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Galp e EDP arrastam bolsa de Lisboa para o vermelho

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião