Petróleo estreia-se abaixo dos 50 dólares este ano em Londres

A queda da cotação do "ouro negro" está a ser ditada pelo aumento das reservas nos EUA, que travam as expetativas face à capacidade dos membros da OPEP em travar o excedente de petróleo no mercado.

O preço do petróleo segue em forte queda nos mercados internacionais, com o barril de Brent a negociar abaixo da fasquia psicológica dos 50 dólares pela primeira vez desde o início do ano. A queda das cotações está a ser ditada pelo aumento das reservas do petróleo nos EUA, o que coloca dúvidas relativamente à eficácia do acordo da OPEP que visa baixar a produção e travar o excedente de petróleo disponível no mercado.

Petróleo em queda

O barril de Brent — que serve de referência para as importações portuguesas — perde 2,45%, para os 49,71 dólares, naquela que é a cotação mais baixa desde 30 de novembro do ano passado, dia em que os países da OPEP celebraram um acordo com o objetivo de reduzir o output de petróleo. A desvalorização da matéria-prima acontece no dia em que os EUA divulgam a evolução das reservas de petróleo na semana passada, com os analistas consultados pela Bloomberg a apontarem para uma subida de três milhões de barris de petróleo, para um total de 531,2 milhões.

Um aumento que segue em contraciclo com os esforços que os membros da OPEP têm levado a cabo no sentido de baixar o teto da produção de petróleo, com o objetivo de reequilibrar o mercado mundial e impulsionar as cotações da matéria-prima. O cartel e outros 11 países produtores começaram a aplicar esse plano no início de janeiro, com um horizonte temporal de seis meses.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Petróleo estreia-se abaixo dos 50 dólares este ano em Londres

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião