Costa confirma que Novo Banco deve ser vendido até ao final da semana

  • Margarida Peixoto
  • 28 Março 2017

O primeiro-ministro confirmou que o processo da venda do Novo Banco deverá ficar concluído até ao final desta semana.

O primeiro-ministro, António Costa, confirmou esta terça-feira que o Governo espera fechar o dossiê da venda do Novo Banco até ao final desta semana: “Sim, é essa a perspetiva que temos”, disse, em declarações aos jornalistas, na Madeira, transmitidas pela RTP3.

As negociações para a venda do Novo Banco têm decorrido com o Lone Star. Apesar do acordo de princípio que foi fechado com a Comissão Europeia — e que exigia que o Fundo de Resolução vendesse a totalidade do banco até agosto deste ano — está em cima da mesa a possibilidade de o Lone Star ficar apenas com 75%. Os restantes 25% continuariam na esfera pública.

Contudo, os bancos já se mostraram descontentes com a hipótese de ser o Fundo de Resolução a ficar acionista do Novo Banco, conforme noticiou esta terça-feira o Público. Por seu lado, Mariana Mortágua, deputada do Bloco de Esquerda, também já frisou que se for o Estado a ficar com essa participação sem qualquer direito de intervenção na gestão, então esta solução configura “o pior dos dois mundos”.

Há uma diferença entre ser o Estado ou o Fundo de Resolução a ficar com 25% do capital do Novo Banco. É certo que ambos são entidades das Administrações Públicas, mas o Fundo de Resolução é exclusivamente financiado pela banca. Se for o Fundo de Resolução a ficar com os 25%, tem de participar nos aumentos de capital. Até pode recorrer ao Estado para fazer um empréstimo para fazer esse investimento, mas são os bancos que ficam com a obrigação de, com as suas contribuições para o Fundo, pagar esse empréstimo.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Costa confirma que Novo Banco deve ser vendido até ao final da semana

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião