Lone Star quer manter Novo Banco em Espanha

  • Margarida Peixoto
  • 30 Março 2017

O Lone Star quer manter a atividade do Novo Banco em Espanha. A vontade do futuro dono da instituição faz sentido: o fundo norte-americano está a ganhar milhões em solo espanhol.

O Lone Star, o fundo que se prepara para comprar 75% do Novo Banco, quer manter a atividade da instituição financeira em Espanha. A vontade daquele que deverá ser o novo dono do banco faz sentido: os negócios do Lone Star no país vizinho estão a render milhões.

O Novo Banco tem 28 agências e centros de empresas em Espanha. A sua passagem das mãos do Fundo de Resolução para um novo dono poderia implicar um desinvestimento na operação espanhola mas, ao que apurou a Rádio Renascença junto de fontes partidárias, o Lone Star terá dado informação ao Governo de que pretende mantê-la.

A vontade do futuro acionista do Novo Banco faz sentido se for enquadrada na atividade que o fundo tem tido em Espanha. O Lone Star está a ganhar milhões com ativos da banca em solo espanhol, conforme noticiou já o ECO. O fundo norte-americano gastou 930 milhões de euros a comprar ativos imobiliários da banca. Depois, através de uma oferta pública de venda colocou-os em bolsa. As ações foram colocadas em bolsa a 16,45 euros cada, mas o seu valor disparou para 18 euros na estreia. Contas feitas, os 60% de capital que a Lone Star vendeu renderam 750 milhões.

O acordo da venda do Novo Banco deverá ser anunciado esta sexta-feira. Já há vários aspetos do negócio conhecidos, mas continua muito por esclarecer. O ECO preparou-lhe um guia para se orientar enquanto ainda não há informação oficial.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Lone Star quer manter Novo Banco em Espanha

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião