“O que pagámos de CESE equivale a um ano de resultado líquido”

  • Lusa
  • 30 Março 2017

Rodrigo Costa, presidente executivo da REN, voltou a contestar a Contribuição sobre o Setor Energético (CESE).

Rodrigo Costa, presidente executivo da REN, afirmou hoje que a empresa já pagou da Contribuição sobre o Setor Energético (CESE) o equivalente a um ano de resultado líquido, isto é, cerca de 100 milhões de euros em quatro anos.

“O que já pagamos de CESE equivale a um ano de resultado líquido”, afirmou Rodrigo Costa em conferência de imprensa de apresentação dos resultados relativos a 2016, ano em que a gestora das redes energéticos teve um lucro de 100 milhões de euros.

Em declarações aos jornalistas, Rodrigo Costa adiantou que a REN continua a fazer “o pagamento da CESE sob protesto”, que está a decorrer nos tribunais.

Em 2016, a REN pagou 25,9 milhões de euros de CESE, taxa criada em 2013 e que entrou em vigor em 2014, correspondendo o valor a pagar anualmente por cada empresa a 0,85% dos ativos.

No quarto ano de aplicação da CESE, Rodrigo Costa lembrou que o nome do imposto é “extraordinário” e não “extraordinário permanente”, aludindo ao facto de ter sido lançado como uma medida provisória.

“Nem um ano tinha passado [desde a privatização] e fomos postos perante esta situação. Há dois anos tomámos a decisão que era melhor pagar a CESE e ver nos tribunais se temos razão ou não”, acrescentou o gestor.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“O que pagámos de CESE equivale a um ano de resultado líquido”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião