Banco de Portugal produziu 5,4 mil milhões de euros em notas de 50

A Valora, empresa do Banco de Portugal, produziu 108 milhões de notas de 50 euros pertencentes à nova série de notas de euro. A maioria foi para exportação.

Em 2016, a Valora, empresa do Banco de Portugal, produziu um total de 5.400 milhões de euros em notas de 50 euros. Mas grande parte da produção destinou-se a outros países.

O Banco de Portugal produziu 108 milhões de notas de 50 euros pertencentes à segunda e nova série de notas de euro, num total de 5.400 milhões de euros, em 2016. Ainda assim, 4.800 milhões de euros foram destinados a outros bancos centrais de Zona Euro.

Os dados foram revelados esta terça-feira pelo Banco de Portugal, que apresentou o relatório da Emissão Monetária 2016.

O Banco de Portugal é um dos bancos centrais nacionais do Eurosistema com capacidade para produzir notas. Quem as produz é a empresa Valora, detida pelo banco central nacional, no Complexo do Carregado.

A nova nota de 50 euros entrou em circulação a partir desta meia-noite, em simultâneo com as notas “velhas” da primeira série.

Apresentação das novas notas de 500 euros.Paula Nunes/ECO

“As notas [da primeira série] nunca vão perder valor. As pessoas vão poder continuar a utilizar as notas de primeira série. Dentro de alguns anos, mesmo quando perderem curso legal, estas notas poderão ser trocadas sem prazo junto do banco central”, destacou Hélder Rosalino, administrador do Banco de Portugal, com o pelouro da Emissão de Tesouraria, na apresentação da nova nota de 50 euros.

Portugueses continuam a trocar escudos

Quinze anos depois da entrada do euro na vida das pessoas, as famílias portuguesas continuam a trocar os velhos escudos pela nova moeda da região da Zona Euro.

De acordo com os dados de emissão monetária hoje divulgados, o Banco de Portugal trocou mais de 73 mil notas de escudo no valor total de 1,1 milhões de euros.

“No final do ano passado, continuavam por recolher 19,6 milhões de notas correspondentes a 154,7 milhões de euros”, diz o relatório. Um terço do valor pertencia à denominação de cinco mil escudos (cinco contos).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Banco de Portugal produziu 5,4 mil milhões de euros em notas de 50

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião