Oitante vende gestora. Altamira vai gerir 1,5 mil milhões de imobiliário

A Altamira vai gerir e vender 1,5 mil milhões de euros em imóveis e malparado que pertencem à Oitante, veículo que gere os ativos tóxicos do Banif.

A Oitante, entidade que ficou a gerir os ativos tóxicos do Banif no âmbito da resolução do Banif, fechou a venda da unidade de negócio responsável pela gestão de ativos imobiliários e da carteira de crédito à espanhola Altamira Asset Management. Para além desse negócio, foi celebrado ainda um contrato para que a Altamira passe a gerir um conjunto de ativos compostos essencialmente por imobiliário e non performing loans (malparado) avaliados em 1,5 mil milhões de euros.

“A Oitante acredita que a conclusão desta transação permitirá a criação de uma nova plataforma de servicing em Portugal, trazendo as melhores práticas internacionais nesta área, com vista a incrementar o ritmo de monetização dos ativos imobiliários e dos non performing loans da Oitante e maximizar o valor resultante da sua alienação“, diz a Oitante em comunicado.

O mesmo comunicado não refere o montante envolvido neste negócio, mas diz que este foi “um encaixe financeiro importante”, e que permitiu a preservação dos postos de trabalho afetos às unidades de negócio alienadas. A entidade que gere os ativos tóxicos do Banif, salientou ainda o facto de esta ser a “primeira operação do género a ser conduzida em Portugal”.

A Altamira é uma plataforma de gestão de ativos imobiliários e de crédito malparado de grande dimensão com 50 mil milhões de euros em ativos sob gestão, sendo que o negócio hoje celebrado assinala a sua entrada em Portugal. O seu capital é controlado em grande parte pelo fundo Apollo que detém uma participação de 85% do seu capital, estando os restantes 15% nas mãos do Santander, o banco que ficou com os ativos “bons” do Banif aquando da sua alienação em dezembro de 2015.

A venda hoje firmada representa mais um passo no sentido de encontrar uma solução para os ativos “maus” que ficaram à responsabilidade da Oitante. No conjunto das principais alienações já realizadas por esta entidade incluem-se a Açoreana, o Banif Banco de Investimento, o Banif Pensões e também a sociedade de titularização de créditos Gamma que foi adquirida pelo Santander Totta.

A operação hoje fechada contou com a assessoria financeira da Alantra, e a assessoria legal da Linklaters no caso da Oitante e da Uría Menéndez – Proença de Carvalho no caso da Altamira.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Oitante vende gestora. Altamira vai gerir 1,5 mil milhões de imobiliário

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião