Trump e Xi Jinping deixam Wall Street em stand by

Esta sexta-feira o líder norte-americano e o líder chinês reúnem-se para debater o comércio internacional. Um dia antes, os investidores mostraram cautela. Wall Street subiu, mas pouco.

Depois da subida vertiginosa que se sentiu após a tomada de posse de Donald Trump, os mercados estão mais cautelosos quanto à ação da nova Administração. A esse dado acresce o encontro de amanhã com o Presidente da China, país com o qual os Estados Unidos têm o seu maior défice comercial. Esta quinta-feira os índices da bolsa norte-americana subiram, mas de forma tímida.

Ao encontro desta sexta-feira soma-se a divulgação de dados relacionados com o andamento do emprego, mas também um efeito de ontem: as minutas da última reunião da Fed deram um sinal de que a política expansionista vai começar a ser retirada e deixaram um aviso perante a “exagerada” valorização das cotadas. Ontem Wall Street acabou mesmo por fechar em terreno negativo, mas hoje recuperou ligeiramente.

Esta quinta-feira, o Nasdaq fechou com uma valorização de 0,25% para os 5.878,95 pontos. Já o S&P 500 aumentou 0,19% para os 2.357,49 pontos e o Dow Jones subiu 0,07% para os 20.662,95 pontos. As principais beneficiadas foram as empresas energéticas dado que o crude atingiu um máximo de um mês.

Hoje os dados do departamento da Energia norte-americano mostraram que os inventários de crude estão em níveis recorde. O preço do petróleo, o WTI, subiu quase um por cento, acumulando quatro dias consecutivos de ganhos. Contudo, os analistas estão preocupados que os níveis de produção nos EUA prejudiquem o objetivo da OPEP de valorização o barril.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Trump e Xi Jinping deixam Wall Street em stand by

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião