Direto Mercados reagem a ataque dos EUA. Petróleo e ouro disparam, bolsas caem

Mercados estão "nervosos". Petróleo e ouro tocam máximos, bolsas estão em queda, euro valoriza face ao dólar.

Donald Trump ordenou um ataque contra bases militares sírias e os mercados responderam de imediato. O petróleo está a negociar em máximos de um mês, o ouro toca máximos de cinco meses, as bolsas respondem em queda e o euro valoriza face ao dólar.

A expectativa dos analistas é que os mercados reajam de forma “nervosa” ao longo de todo o dia. “Os investidores têm estado à procura de uma desculpa para vender. Esta incerteza em torno do ataque dá-lhes uma razão concreta para fazer isso mesmo”, refere à Bloomberg um analista da Shaw and Partners.

A reação mais evidente é a do petróleo, com os investidores a anteciparem tensões geopolíticas após o ataque às bases militares sírias. O brent valoriza 1,3%, para 55,60 dólares por barril, enquanto o WTI, negociado no mercado norte-americano, sobe 1,4%, para 52,44 dólares por barril. À Bloomberg, um analista da CMC Markets explica que a Síria “não um grande produtor de petróleo”, mas o ataque poderá aumentar “o risco de escalada em toda a região”. Por outro lado, há o risco de “haver uma resposta ao ataque”.

Também o ouro, ativo de refúgio, está a valorizar. A matéria-prima está a subir quase 1% para 1.263,45 dólares por onça, tendo já tocado nos 1.269,45 dólares.

Nos mercados acionistas, a queda é generalizada. As bolsas asiáticas inverteram os ganhos que registaram ao longo do dia e fecharam a cair. Na Europa, todas as bolsas abriram no vermelho. A tendência, para já, é de quedas ligeiras, inferiores a 1%. Por cá, o PSI-20 está a recuar 0,25%, para os 4.986,49 pontos. Já o Stoxx 600 perde 0,34%, para os 379,46 pontos.

Os analistas não esperam, contudo, que o impacto negativo seja para durar. “A não ser que este ataque sinalize uma espécie de agravamento da guerra na Síria, com o aumento do envolvimento dos Estados Unidos, é pouco provável que haja um impacto duradouro sobre os mercados”, refere um analista da AMP Capital Investors.

Nota ainda para o mercado cambial, onde o euro está a valorizar 0,05%, para 1,06 dólares. Já a moeda russa está a perder mais de 1%, para 0,0175 dólares.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Mercados reagem a ataque dos EUA. Petróleo e ouro disparam, bolsas caem

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião