5 coisas que tem de saber antes de abrirem os mercados

O dia desta terça-feira ficará marcado pela divulgação de indicadores económicos que permitirão saber como evolui o crédito em Portugal, a produção industrial e o volume de negócio dos serviços.

Esta terça-feira será um dia marcado pela publicação de indicadores económicos relevantes em Portugal e nos países da Zona Euro. Pelo meio, os ministros dos Negócios Estrangeiros do G7 terminam uma reunião de dois dias numa conferência de imprensa. Segundo a imprensa internacional, buscam formas de pressionar a Rússia a cortar relações com o governo sírio.

Como evolui o crédito em Portugal?

O Banco de Portugal divulga os balanços das instituições financeiras monetárias relativos a fevereiro, que permitem analisar a evolução do saldo dos empréstimos às famílias e empresas nacionais. Em paralelo, o Banco Central Europeu divulga mais um relatório da Situação Financeira Consolidada do Eurosistema.

Eurostat divulga produção industrial

O Eurostat divulga esta terça-feira o nível da produção industrial nos países da União Europeia e da Zona Euro relativo a fevereiro. De recordar que a produção industrial em Portugal, no mês de janeiro, cresceu 3,1%, um valor acima da média europeia. O indicador ganha relevância numa altura em que se levantam questões sobre se a economia é suficientemente sólida para suportar o fim do programa de estímulos do Banco Central Europeu.

Qual o volume de negócio nos serviços?

O Instituto Nacional de Estatística revela os índices de volume de negócios, emprego, remunerações e horas trabalhadas nos serviços, respeitantes a fevereiro. Estes indicadores, nomeadamente o do volume de negócios, são importantes para analisar o estado daquele que é um dos setor que mais contribui para o Produto Interno Bruto nacional. Em janeiro, o índice de volume de negócios nos serviços registou uma taxa de variação homóloga de 2,5%.

Ponto final na reunião de ministros do G7

Esta terça-feira haverá uma conferência de imprensa que marcará o final da reunião de dois dias entre os ministros dos Negócios Estrangeiros dos países do G7 e da União Europeia, na cidade italiana de Lucca. Alemanha, EUA, Japão, Canadá, Reino Unido, França e Itália procuram pressionar a Rússia para que corte relações com o governo sírio de Bashar Al-Assad, no rescaldo do ataque a civis com armas químicas e dos bombardeamentos norte-americanos como retaliação, de acordo com a Reuters.

Confiança dos investidores alemães

Na manhã desta terça-feira vai conhecer-se a evolução do índice Zew, que mede a confiança dos investidores alemães. O índice manteve-se alto no primeiro trimestre deste ano e, segundo a Bloomberg, não existem motivos que levem a crer que isso vá mudar. Ainda assim, esta atualização irá fornecer pistas concretas sobre como os investidores alemães olham para cinco das principais economias do mundo, onde se inserem França, Itália, Japão, Reino Unido e Estados Unidos da América.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

5 coisas que tem de saber antes de abrirem os mercados

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião