Acionistas da Galp chamados a ratificar escolha de Paula Amorim

  • Lusa
  • 12 Abril 2017

A filha mais velha de Américo Amorim já lidera a petrolífera, mas agora os acionistas são chamados a ratificar a escolha para a administração. E também a votar o dividendo de 50 cêntimos.

Os acionistas da Galp vão ratificar na assembleia-geral, em 12 de maio, a designação de Paula Amorim como presidente do Conselho de Administração, cargo que exerce desde outubro, quando Américo Amorim renunciou por razões pessoais.

Ratificar a cooptação de Paula Amorim, filha mais velha de Américo Amorim, para presidente do Conselho de Administração até 2018 é o primeiro ponto da assembleia-geral de acionistas, de acordo com a convocatória divulgada na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Além disso, os acionistas serão também chamados a dar “luz verde” à entrada de Marta Amorim — também filha de Américo Amorim — como vogal no Conselho de Administração da petrolífera nacional e a deliberar sobre as contas relativas a 2016 bem como a proposta de aplicação de resultados.

A proposta do Conselho de Administração passa por distribuir aos acionistas cerca de 412,69 milhões de euros em dividendos relativos ao exercício de 2016, ano em que a Galp Energia registou um resultado líquido ajustado de 483 milhões de euros, uma redução de 24% face aos 639 milhões alcançados no período homólogo de 2015.

A Galp Energia propõe um dividendo de cerca de 50 cêntimos por ação referente ao exercício de 2016, valor de remuneração acionista que se deverá manter inalterado nos anos seguintes. Segundo a proposta, metade do valor já foi pago aos acionistas em setembro “sob a forma de adiantamento por conta de lucros do exercício”. Este valor é superior ao que foi pago em 2016, relativo ao exercício de 2015, que se ficou pelos 41 cêntimos por ação.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Acionistas da Galp chamados a ratificar escolha de Paula Amorim

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião