Empréstimos da Caixa ao GES sob investigação

  • ECO
  • 13 Abril 2017

O Ministério Público já está a investigar a lista de maiores devedores da CGD, na qual se incluem os 300 milhões de euros concedidos ao Grupo Espírito Santo.

O Ministério Público já tem em sua posse a lista dos maiores devedores da Caixa Geral de Depósitos (CGD) para assim continuar a investigação por gestão danosa. Nesta lista, entre outros, estarão empréstimos concedidos ao Grupo Espírito Santo (GES), segundo avança o Jornal Económico na sua versão impressa.

O jornal, citando uma fonte judicial, garante que os créditos concedidos pela CGD ao GES, e que ultrapassam os 300 milhões de euros, serão um dos focos principais desta investigação que envolve o Ministério Público, a Polícia Judiciária e o Departamento Central de investigação e Ação Penal.

Em causa estarão os empréstimos concedidos à Herdade da Comporta e à Espírito Santo International, a partir dos quais a Caixa recebeu imobiliário e ações do Espírito Santo Financial Group. A CGD reconheceu no relatório de contas do ano de 2014, ano em que concluiu o processo de resolução do BES, que registou “significativos custos com imparidades associadas à exposição ao Grupo Espírito Santo.”

A lista dos maiores devedores da CGD foi divulgada pelo Correio da Manhã no verão do ano passado e inclui não só o GES, como também o Grupo Artlant, o Grupo Efacec, a Vale de Lobo, a Autoestradas do Douro e Litoral e o Grupo Lena, entre outros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Empréstimos da Caixa ao GES sob investigação

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião