China acelera mais do que o esperado. Economia cresce 6,9%

  • ECO
  • 17 Abril 2017

A economia chinesa contribuiu com cerca de um terço da riqueza mundial no ano passado. E os bons dados do primeiro trimestre apontam para que repita o feito no arranque deste ano.

A China está bem… e recomenda-se. A economia chinesa cresceu 6,9% nos primeiros três meses do ano, acelerando face ao último trimestre do ano passado. Um resultado que surpreendeu os economistas, sendo explicado, essencialmente, pelo aumento das vendas de retalho mas também pelo investimento no setor imobiliário.

O crescimento registado nos primeiros meses ganha expressão dado que reafirma a tendência do trimestre anterior, sequencia positiva que não se verificava há sete anos. A taxa de crescimento de 6,9% está inclusivamente acima da meta do governo chinês: em torno dos 6,5%, isto depois de em 2016 ter sido de 6,7% — cerca de um terço da riqueza mundial gerada no ano passado.

O crescimento nas vendas a retalho, o investimento no setor imobiliário e em ativos de rendimento fixo destacam-se como os principais impulsionadores da segunda maior economia do mundo. O investimento em ativos de rendimento fixo aumentou 9,2%, semelhante aos 9,1% relativos ao setor imobiliário. Em paralelo regista-se a a subida na produção industrial, de 7,6% e das vendas a retalho, que escalaram 10,9%.

O aumento do consumo contribuiu largamente para o desempenho da economia chinesa, mais precisamente, 77,2%. Rajiv Biswas, economista da IHS Markit em Singapura salienta que estes dados indicam a manutenção de “um forte consumo”, provavelmente relacionado com a criação de 3,34 milhões novos postos de trabalho no primeiro trimestre.

A força da economia também se tem refletido no turismo, sendo a China o maior emissor de turistas do mundo de 2016, turistas esses que são ainda os que maiores quantias despendem nas suas viagens, totalizando os 246 milhões no ano passado. Contudo, o rendimento per capita abrandou neste primeiro trimestre, de 8,3% para 6,7%, contrariando a tendência positiva do passado.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

China acelera mais do que o esperado. Economia cresce 6,9%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião