Economia britânica registou o pior desempenho do último ano

O crescimento económico do Reino Unido registou, entre janeiro e março, o pior desempenho do último ano. Produto Interno Bruto (PIB) desacelerou, crescendo apenas 0,3%.

A economia britânica registou o pior desempenho do último ano entre janeiro e março. No trimestre, o Produto Interno Bruto (PIB) do Reino Unido cresceu apenas 0,3%, abaixo dos 0,4% estimados pelos analistas sondados pela Bloomberg. O valor compara com os 0,7% registados entre outubro e dezembro do ano passado. O PIB per capita avançou 0,1% em cadeia.

A desaceleração é explicada com o aumento dos preços resultante da desvalorização da libra por causa do Brexit, bem como o aumento dos preços do petróleo. Face a isto, é o setor dos serviços o mais penalizado, crescendo igualmente 0,3% no trimestre. É o pior crescimento desde o início de 2015, num setor que pesa 79% na economia do Reino Unido.

No quarto trimestre de 2016, o setor dos serviços tinha crescido 0,8%. A desaceleração resulta de uma contração de 0,5% nos segmentos do retalho, hotelaria e restauração, enquanto os dos transportes, armazenagem e comunicações contraíram 0,2%, segundo a Bloomberg.

Os negócios e o imobiliário atravessam ainda um período de incerteza, com o começo das negociações para saída do Reino Unido da União Europeia. A produção industrial no Reino Unido avançou ainda 0,3% com a flutuação das exportações devido à desvalorização da divisa. O output do setor da manufatura aumentou 0,5% no mesmo período, enquanto a construção cresceu 0,2%.

"O quanto a economia desacelera vai provavelmente depender em quanto um desempenho melhorado das exportações vai compensar a pouca procura interna.”

Howard Archer

IHS Global Insight

Em termos homólogos, o PIB britânico cresceu 2,1%. O Reino Unido é o primeiro país do G7 a apresentar dados do crescimento económico. Os Estados Unidos, a maior economia do mundo, deverá também revelar o crescimento trimestral do PIB esta sexta-feira.

Em análise a estes dados, Howard Archer, economista da IHS Global Insight, disse: “Suspeitamos que 2017 vai continuar a ser um ano altamente desafiante para a economia do Reino Unido — e particularmente para os consumidores, que veem o seu poder de compra ser reduzido.” “O quanto a economia desacelera vai provavelmente depender em quanto um desempenho melhorado das exportações vai compensar a pouca procura interna”, acrescentou.

(Notícia atualizada às 13h07 com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Economia britânica registou o pior desempenho do último ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião