Fabricante do iPhone empurra Nasdaq para valor recorde

  • ECO
  • 1 Maio 2017

Wall Street encerrou com uma tendência mista. O Nasdaq anda de recorde em recorde, mas o Dow Jones perdeu valor.

Os mercados norte-americanos, ao contrário das principais bolsas europeias, não pararam no 1.º de Maio e o Nasdaq atingiu até um novo máximo histórico.

O índice tecnológico fechou a subir 0,73% para os 6.091,60 pontos, impulsionado sobretudo pelas ações da Apple que deram um salto superior a 2%, com os investidores a anteciparem que a empresa que produz os iPhone venha a apresentar bons resultados.

A gigante Microsoft também ajudou à festa tecnológica, com os títulos da empresa a encerrarem com uma valorização de 1,39%.

A queda da Boeing (-1,32%) e os dados sobre a desaceleração do crescimento da economia norte-americana no arranque do ano pressionaram o Dow Jones que caiu 0,13% para 20.913,46 pontos.

Já o mais abrangente S&P 500 valorizou 0,17% até aos 2.388,33 pontos.

Ao longo desta semana, os investidores vão estar particularmente atentos à reunião da Reserva Federal norte-americana que começa esta terça-feira e termina no dia seguinte.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Fabricante do iPhone empurra Nasdaq para valor recorde

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião