Eletricidade: 4,8 milhões já estão no mercado livre

  • Lusa
  • 8 Maio 2017

São já mais de 4,8 milhões de clientes que estão no mercado livre de eletricidade, cujo crescimento tem vindo a abrandar, segundo o regulador do setor. Mais de um milhão continua no mercado regulado.

O crescimento do número de clientes no mercado livre de eletricidade tem vindo a abrandar, com um aumento de 7,3% em março face ao período homólogo, uma taxa média mensal de 0,6%, metade face ao ano anterior.

De acordo com a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), o mercado livre de eletricidade alcançou um número acumulado de 4,81 milhões de clientes em março, com um crescimento líquido de 22 mil clientes face a fevereiro.

Em relação ao mês anterior, o número de clientes no mercado livre aumentou 0,5% em março, crescimento semelhante ao registado em fevereiro.

Já o consumo em mercado livre aumentou 4% em março em termos homólogos, o que corresponde a uma taxa média mensal de 0,3% no período, o que resulta das novas entradas serem sobretudo clientes domésticos (que representam 92% dos fornecimentos de último recurso).

No final de março, segundo o regulador, cerca de 1,34 milhões de clientes continuavam no mercado regulado, sendo-lhes aplicadas as tarifas transitórias definidas pela ERSE.

O período transitório para os clientes mudarem para o mercado livre vigora até 31 de dezembro de 2020, tendo já sido adiado várias vezes, a última no Orçamento do Estado para 2017.

Em março, a EDP Comercial continuou a ser o principal operador no mercado livre em número de clientes (85% do total) e em consumos (cerca de 45% dos fornecimentos no mercado livre), o que representou uma redução em 0,1 pontos percentuais na quota de número de clientes e 0,2 pontos percentuais em consumo.

Atualmente, segundo os dados da ERSE, têm atividade no mercado livre 22 comercializadores: Acciona, Audax, Axpo, EDP Comercial, Elergone, Elusa, Elygas, ENAT, Endesa, Fortia, Galp Power, GN Fenosa, Goldenergy, HEN, Iberdrola, Logica, Lualuz, Lusiadaenergia, Luzboa, PH Energia, Rolear e Ylce.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Eletricidade: 4,8 milhões já estão no mercado livre

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião