Investidores estão mais confiantes. Wall Street acelera

  • Rita Atalaia
  • 9 Maio 2017

Depois da vitória de Emmanuel Macron nas presidenciais francesas, os investidores ficaram mais confiantes. Wall Street abriu, por isso, com ganhos ligeiros, numa sessão com fraca volatilidade.

As bolsas norte-americanas abriram com ganhos ligeiros. Isto numa altura em que a volatilidade está no nível mais baixo em mais de duas décadas. Wall Street segue agora com poucas alterações, depois de ter beneficiado da vitória de Emmanuel Macron nas presidenciais francesas e ainda dos bons resultados empresariais.

Com isto, o índice S&P 500 abriu a ganhar 0,06% para 2.400,87 pontos, naquela que é a quarta sessão de ganhos. Também o índice industrial Dow Jones e o tecnológico Nasdaq sobem 0,04% e 0,14%, respetivamente.

Depois de Macron ganhar a Marine Le Pen e se tornar no próximo Presidente de França, o mercado suspirou de alívio. O índice que mede a volatilidade das cotações das empresas do S&P 500 caiu para o nível mais baixo desde 1993. O VIX recuou mais de 7% na sessão desta segunda-feira. Trata-se do nível mais baixo desde que este índice que mede o medo dos investidores foi criado, há mais de duas décadas.

Mas os investidores continuam a expressar sinais de cautela. “O risco de uma descida aumenta provavelmente todos os dias. Historicamente, o mercado deve recuar”, afirma Eric Aanes, CEO da Titus Wealth Management, à Bloomberg.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Investidores estão mais confiantes. Wall Street acelera

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião