Mais impostos roubam lucros à Semapa

A Semapa, holding que controla a Navigator e a Secil, anunciou que os lucros caíram 18,7% nos primeiros três meses do ano. A culpa foi dos impostos.

A Semapa fechou os primeiros três meses do ano com um resultado líquido de 14,3 milhões de euros, menos 18,7% do que me igual período do ano anterior.

Em comunicado enviado esta quarta-feira à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a empresa imputa esta quebra nos resultados “à evolução desfavorável dos impostos sobre os lucros”.

A Semapa pagou 12,9 milhões de euros em impostos sobre lucros, quando nos primeiros três meses de 2016 tinha pago 8,2 milhões de euros.

O volume de negócios, por seu turno, cresceu 5% para os 521,5 milhões de euros, com as exportações e vendas ao exterior a ascenderem a 401,4 milhões de euros, cerca de 77% do volume de negócios.

O EBITDA do primeiro trimestre cresceu 0,6%, atingindo os 111,2 milhões de euros. Já a margem consolidada situou-se 0,9 pontos percentuais abaixo da registada em igual período do ano anterior, nos 21,3%.

Em termos de contribuição por segmento de negócio, a Pasta e Papel — com 392,7 milhões de euros — continuou a ser a principal fonte de receita do grupo. A Pasta e Papel cresceu 2,1% face a igual período do ano anterior. Em segundo lugar aparecem os Cimentos que terão crescido 14% para os 121,4 milhões, seguido pelo Ambiente cujo crescimento se cifrou nos 34,6% para os 7,5 milhões de euros.

Já a dívida líquida consolidada da Semapa era no final do primeiro trimestre do ano de 1.758,5 milhões de euros, o que significa uma descida de 21,2 milhões de euros face ao valor apurado no final de 2016.

Os resultados financeiros referentes ao período em análise foram negativos em 17,5 milhões de euros, uma melhoria de 8,8% face ao período homólogo. A Semapa diz que esta variação “resultou principalmente do efeito positivo decorrente de reembolso de dívida e refinanciamento de dívida em condições mais vantajosas”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Mais impostos roubam lucros à Semapa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião