EDP deixa Lisboa no vermelho pelo segundo dia

Altri e Sonae recuam no dia em que começam a negociar sem dividendos. Também os maus desempenhos da EDP e da Jerónimo Martins colocam a bolsa nacional em terreno negativo, seguindo exemplo europeu.

A bolsa nacional acumula a terceira sessão de perdas da semana, a segunda consecutiva, depois de na sexta-feira ter entrado em terreno bull market. Lisboa está a ser pressionada pela EDP e Jerónimo Martins, mas também o desempenho europeu retira algum apetite pelo risco no mercado acionista. Também a Altri e a Sonae, a negociar em ex-dividendo, condicionam.

O PSI-20, o principal índice português, perde 0,17% para 5.241,39 pontos, com 11 cotadas em sinal menos. No início da sessão, destacam-se pela negativa a EDP e a Jerónimo Martins, dois dos pesos pesados em Lisboa e que perdiam 0,77% e 0,24%, respetivamente.

O pior desempenho, ainda assim, pertencia à papeleira Altri. Surge esta quinta-feira destacada do dividendo de 0,25 euros que vai pagar na próxima segunda-feira e, por causa desse ajustamento, as ações tombam 4,72% para 4,17 euros. Quanto à Sonae, que negoceia a partir de hoje sem o dividendo de 0,04 euros, perde 2,46%.

Altri negoceia sem dividendo

Outra nota de destaque vai para a REN. A gestora da rede elétrica nacional apresenta contas após o fecho da bolsa. Os analistas do BPI Research estimam um lucro de 13 milhões de euros no primeiro trimestre do ano. As ações cedem ligeiramente 0,17% para 0,95 euros.

“Além dos resultados empresariais, as atenções dos investidores também hoje estarão centradas no plano macroeconómico”, referem os analistas do BPI no seu Diário de Bolsa. “Hoje será conhecido o índice de preços no consumidor durante o mês de abril. As empresas de retalho, como a Jerónimo Martins e a Sonae, são naturalmente dos setores mais sensíveis a este tema e beneficiam com perspetivas favoráveis a uma subida da inflação”, apontam ainda.

Lá por fora, Londres, Madrid e Paris acompanham o sentimento negativo. As perdas não são muito acentuadas, ficando-se por quedas inferiores a 0,2%. Já o DAX-30 alemão e o FTSE-Mib de Milão apresentavam-se em alta ligeira.

(Notícia atualizada às 8h23)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

EDP deixa Lisboa no vermelho pelo segundo dia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião