Férias? França e Espanha são os destinos mais desejados

  • ECO
  • 11 Maio 2017

França e Espanha cobrem quatro dos dez destinos mais desejados este ano. Boas notícias para os portugueses, quando as viagens económicas ganham enorme destaque.

As férias já estão no horizonte e a Europa é o ponto de fuga preferido. Dos dez destinos mais desejados, sete são europeus, e quatro deles vizinhos dos portugueses: França e Espanha estão entre os mais procurados no Airbnb e Pinterest, mas não conquistam o topo da lista. Num voo paralelo, estão as viagens low-cost, que disparam exponencialmente.

A pesquisa por destinos de férias aumentou 37% desde dezembro passado. Os utilizadores do Airbnb e do Pinterest mostram-se entusiasmados por dez destinos: Barcelona (Espanha), Santorini (Grécia), Nova Iorque (EUA), Bora Bora (França), Quioto (Japão), Reiquiavique (Islândia), as Terras Altas (Escócia), Courchevel (França), Tenerife (Espanha) e Sharm el Sheikh (Egipto). Estes dados, citados pelo Business Insider, baseiam-se na análise de mais de três mil milhões de ideias de viagem do Pinterest e cerca de três milhões de registos do Airbnb, distribuídos por cerca de 65.000 cidades.

Entre estes dez destinos, destacam-se a Escócia e a Islândia, cuja procura aumentou exponencialmente em 365% e 430% respetivamente. Este não foi o único voo a pique: a pesquisa por viagens económicas aumentou 300% desde o início do ano.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Férias? França e Espanha são os destinos mais desejados

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião