É funcionário público? Cuidado ao abrir o email hoje

Se trabalha na administração pública, deve ter o máximo de cuidado esta manhã, quando regressar ao serviço. O vírus informático desta sexta-feira pode estar no seu computador.

Trabalha na administração pública? Então, quando ligar o seu computador esta manhã, tenha cuidado. O facto de, na sexta-feira, ter sido dada tolerância de ponto poderá fazer com que o vírus informático propagado na última sexta-feira se comece a disseminar novamente, tendo em conta que alguns computadores afetados podem ainda não ter sido ligados desde o momento da infeção.

Na sexta-feira, o coordenador do Centro Nacional de Cibersegurança, Pedro Veiga, disse ao ECO que os funcionários públicos deverão ter máximo cuidado quando regressarem ao trabalho esta segunda-feira. “Não nos foram reportados problemas em serviços públicos. Com a tolerância de ponto, muitos trabalhadores não terão ligado os seus computadores”, disse na sexta-feira.

Assim, esta segunda-feira, se depois de ler um e-mail detetar que o computador “fica muito lento”, deve desligá-lo “de imediato, tirando mesmo o cabo da tomada”, indicou Pedro Veiga. Num portátil, deve ser retirada também a bateria. A Europol também já alertou que, esta segunda-feira, o ataque pode continuar, pelo que as autoridades estão neste momento em alerta máximo. O ataque desta sexta-feira bloqueia os dados dos computadores e pede 300 dólares em bitcoin para fornecer a chave de desbloqueio.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

É funcionário público? Cuidado ao abrir o email hoje

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião