Numa década, homens ganharam quase mais três anos de vida, mulheres mais dois

  • Cristina Oliveira da Silva
  • 29 Maio 2017

Esperança de vida à nascença foi estimada em 80,62 anos no período 2014-2016. Mulheres vivem mais tempo.

Numa década, a esperança média de vida dos homens aumentou quase três anos; a das mulheres avançou dois. Ainda assim, as mulheres continuam a viver mais do que os homens, mostram os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE).

No período 2014-2016, a esperança de vida à nascença foi estimada em 80,62 anos: 77,61 para os homens e 83,33 para as mulheres. Face a 2013-2015, está em causa um ganho de três meses no primeiro caso e de 1,2 meses no segundo.

No espaço de uma década verificou-se um aumento de 2,44 anos de vida para o total da população, de 2,80 anos para os homens e 2,00 anos para as mulheres“, indica o destaque. No caso das mulheres, esta subida “resultou maioritariamente da redução na mortalidade nas idades iguais ou superiores a 60 anos”. Já no caso dos homens, tem a ver a ver sobretudo com a “redução da mortalidade nas idades inferiores a 60 anos, em particular entre os 35 e os 59 anos”, explica o INE.

Ainda que a esperança de vida à nascença continue a ser superior para as mulheres, “a diferença para os homens tem vindo a diminuir, sendo agora de 5,72 anos”, diz ainda.

Em 2014-2016, mais de 65% dos óbitos ocorreu em idades iguais ou superiores a 80 anos. No caso dos homens, a idade mais frequente ao óbito foi 86 anos, aumentando para 88 anos no caso de mulheres: há dez anos era 85 para os homens e 87 para as mulheres.

Dados confirmam fator de sustentabilidade

As tábuas de mortalidade acabam também por confirmar o valor provisório da esperança média de vida aos 65 anos, divulgado em novembro (19,31 anos). Foi com aquele valor que o Governo calculou o fator de sustentabilidade a aplicar às novas reformas antecipadas iniciadas em 2017: este ano, o corte é de 13,88%.

No entanto, o Governo já disse que se prepara para eliminar o fator de sustentabilidade para os futuros pensionistas da Segurança Social. Ainda que os cortes venham a ser mais baixos no futuro, também já se sabe que o acesso à reforma antecipada será travado, a avaliar pela proposta ainda preliminar do Executivo. Além disso, é de esperar que as alterações cheguem ao terreno de forma faseada.

Para já, estas mudanças estão a ser preparadas no âmbito do regime geral, mas o Executivo já admitiu que poderá haver alguma convergência a outros regimes (como desempregados de longa duração e função pública).

Comentários ({{ total }})

Numa década, homens ganharam quase mais três anos de vida, mulheres mais dois

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião