Sporting com lucros de 35 milhões no terceiro trimestre da época 2016/2017

  • Lusa
  • 6 Junho 2017

O resultado alcançado pela SAD representa uma melhoria face aos prejuízos de 17 milhões de euros registados no exercício do ano anterior.

A SAD do Sporting registou um resultado positivo de 35,089 milhões de euros no terceiro trimestre do exercício referente à época de 2016/2017, segundo o comunicado enviado na segunda-feira à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

De acordo com o clube lisboeta, este representa “um dos melhores resultados trimestrais de sempre desde que foi constituída a sociedade anónima desportiva”, tendo ainda realçado a diferença com o exercício do ano anterior, que apresentou um resultado negativo de 17,106 milhões de euros.

A SAD ‘leonina’ refere que “estes resultados refletem duas situações distintas e positivas: por um lado, em termos estritamente operacionais, nota-se um crescimento sustentado das receitas e, por outro, a realização das duas maiores vendas de sempre da Sporting SAD”, o que aquela sociedade considera permitiu “cobrir o maior investimento efetuado na corrente época desportiva”.

Na nota enviada, a SAD ‘leonina’ refere ainda que os rendimentos e ganhos operacionais sem transações com jogadores aumentaram 8,565 milhões de euros, “explicado essencialmente pelo aumento das receitas provenientes da participação na UEFA ‘Champions League‘ (6,497 milhões de euros), na publicidade e patrocínios (826 mil euros) e pelo aumento da receita de bilheteira e bilhetes de época no montante de 902 mil euros acima do ano anterior”.

O Sporting realça no seu comunicado o volume de negócios da sua sociedade, ou seja, os rendimentos e ganhos operacionais e os rendimentos com transações de jogadores, que atingiu o montante de 138,815 milhões de euros, destacando mesmo tratar-se do maior desde que esta foi constituída.

“Este montante de cerca de 138,815 milhões de euros no terceiro trimestre do ano”, comparando com “o montante de 63,397 milhões de euros do terceiro trimestre do ano anterior, representa um aumento de 75,418 milhões de euros”, pode ler-se ainda.

Também os gastos operacionais registaram um aumento de 17,595 milhões de euros, “o que representa um aumento de 32%”, mas a SAD ‘leonina’ justifica que o mesmo “é compensado com um aumento da receita operacional sem transações de jogadores de 16%”.

É ainda explicado que, “de todos os gastos operacionais, regista-se um aumento salarial significativo, atingindo valores de cerca de 48,399 milhões de euros, fruto do investimento nos jogadores profissionais de futebol e equipas técnicas”, considerado pelo conselho de administração da SAD como “vital e fundamental para a recuperação do posicionamento de liderança da Sporting SAD, sendo o mesmo sustentado e compensado com um aumento de receitas”.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Sporting com lucros de 35 milhões no terceiro trimestre da época 2016/2017

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião